RendaLab

Por onde começar sua ideia?

Você teve uma grande ideia! Você começa a visualizar dezenas de possibilidades. A euforia começa a tomar conta, e você não vê a hora de fazer algo pra tornar sua ideia realidade. Mas aí vem o primeiro obstáculo: Por onde começar sua ideia?

Fique tranquilo, você está no lugar certo. Eu estou dedicando todas as minhas energias para ajudar pessoas como você. Pra trazer informações que possam facilitar o seu caminho, ou quem sabe evitar algum erro.

Eu já passei por isso, e apesar de também travar batalhas com meus medos e anseios, busquei ajuda com quem tinha mais experiência do que eu.

E isso fez toda a diferença!

Agora quero compartilhar essas dicas com você.

Antes de começar sua ideia

Esqueça perguntas como “qual ferramenta uso pra criar um blog”, ou “como faço pra ganhar dinheiro na internet?”.

A gente sempre quer ir pra parte prática e “botar a mão na massa”. Mas agora não é a hora. Você precisa fazer a lição de casa antes.

Independente de qual seja o projeto ou negócio, o conceito desse projeto precisa estar muito claro e definido pra você.

Para isso, é preciso responder questões como:

  • O que é o seu projeto?
  • Pra quem ele se destina?
  • Por que você está fazendo isso?

Você pode pensar em outras perguntas a se fazer. O importante aqui não é ir para os detalhes de como vai executar sua ideia, mas sim qual é o conceito.

E o motivo pelo qual eu enfatizo isso é que o conceito guiará todas as suas decisões daqui pra frente. Tudo o que você fizer, e toda decisão que estiver a sua frente, devem passar pelo crivo do conceito.

O que diferencia um excelente produto do resto é o quão claro é o conceito por trás deste produto. Grandes marcas são aquelas que conseguem imprimir o seu conceito em tudo aquilo que fazem.

E se você investir tempo e energia agora e compreender o conceito do seu projeto, depois será muito mais fácil tomar decisões e garantir que tudo o que você faz está alinhado com o conceito do seu projeto.

Mas como esclarecer sua ideia?

Uma das propostas do RendaLab é compartilhar com as pessoas quais foram os passos que eu trilhei durante a criação e crescimento deste projeto.

Eu sentia muita falta de ter esse tipo de suporte, de saber como as pessoas estavam fazendo. O que estava dando certo, e o que não estava.

Não acho que a gente deva seguir cegamente o que os outros estão fazendo, mas sempre ajuda ter uma ideia por onde começar. Dali pra frente vamos adaptando às nossas necessidades, e acrescentando as nossas ideias. Tornando nosso projeto único.

Por isso, vou compartilhar aqui como fiz para definir melhor o conceito do RendaLab. Espero que lhe dê alguma indicação de como começar sua ideia.

A boa e velha dupla: Papel e caneta

Antes de mais nada, eu já tinha na minha cabeça que queria fazer um site pra ajudar as pessoas a criar seus negócios/projetos online.

Então, a primeira coisa que fiz foi pegar um papel e caneta e escrever todas as palavras que vinham na minha cabeça e que tivessem alguma relação com o que eu queria para o projeto:

Pode rabiscar tudo mesmo!

Isso já me deu material suficiente pra enxergar com um pouco mais de nitidez a proposta que estava se desenrolando na minha cabeça.

Neste passo, é  importante colocar tudo o que vem na cabeça, sem julgamentos. Depois você volta e filtra aquelas que são as melhores ideias.

Acho importante frisar que é normal que a gente não tenha muito claro o que vamos fazer. Eu também não tinha, e no entanto, hoje o propósito e conceito do RendaLab estão muito claros pra mim.

Fica aqui a dica: É muito comum que o negócio tenha a alma de quem o idealizou. Esses são os negócios que mais prosperam!

Logo, pra encontrar o conceito da sua ideia você deve encontrar aquelas respostas com as quais você mais se identifica. Elas serão as respostas que você deve incorporar e se
apropriar. Faz sentido?

Está gostando deste texto? Cadastre-se na lista VIP do RendaLab pra receber muito mais:

Sem spams, só coisa boa!

Indo adiante, eu fiz um exercício bem legal. Abri um documento do Evernote e escrevi: Proposta, Público, Motivação e Discurso.

Lembra daquelas perguntas do começo do texto? Agora é hora de responde-las:

O que é o seu projeto?

Lista de itens que definem o que será o seu negócio. Uma linha para cada definição, lembrando que quanto mais específico, melhor. No caso do RendaLab, o resultado foi esse:

  • Site para ajudar pessoas a construir fontes de renda na internet (em outras palavras, negócios online).
  • Mostrar através da minha vivência e com conteúdo de qualidade, que é possível construir negócios éticos e sustentáveis na internet.
  • Combater a falsa ideia de dinheiro rápido e fácil largamente difundida na internet.

Pra quem ele se destina?

Quem você acredita ser aqueles que mais se interessarão pelo seu conteúdo? Quando mais específico, melhor. Aqui vai a minha lista:

  • Empreendedores;
  • Blogueiros;
  • Pessoas que buscam formas de aumentar a renda durante o tempo livre, ou que têm vontade de começar projetos pessoais na internet;

Por que você está fazendo isso?

O que te motiva a executar a sua ideia? Por que quer tanto fazer esse projeto acontecer? Aqui são minhas motivações:

  • Ajudar pessoas a depender menos de seus empregos, assumir a direção de suas vidas, e construir maior autonomia e qualidade de vida.
  • Interesse pessoal por empreendedorismo e negócios online.
  • Vontade de construir meus próprios negócios online.

Discurso

Uma vez que você já pensou na sua proposta, seu publico, e sua motivação para fazer tudo isso acontecer, é hora de tentar esboçar como você explicaria pra alguém a sua ideia.

Essa é uma excelente forma de testar o quão claro está pra você o que você está fazendo. Deixe o seu lado crítico de lado, e se arrisque a explicar a sua ideia

“O RendaLab é um site para ajudar as pessoas a ganhar dinheiro na internet através de negócios online. 

E por quê fazer isso?
 
Eu acredito que o modelo no qual somos ensinados a viver (conseguir um emprego e lutar pela sua permanência) tem nos roubado coisas essenciais para que sejamos plenos: autonomia e qualidade de vida.

Eu converso com muitas pessoas e discursos como “tenho muito stress no trabalho”, “odeio meu chefe”, “tenho que fazer hora extra pois não quero ser demitido”, “há boatos sobre uma demissão em massa” etc… são muito comuns. E esses discursos são potencializados pela crise e alto desemprego que estamos vivenciando. E as pessoas realmente sofrem com isso, pois estão amarradas a seus empregos de tal forma que não conseguem enxergar outros caminhos que não o de se garantir na empresa.

Cada vez que ouço essas histórias, cresce em mim a necessidade de mostrar pra essas pessoas que existe sim um outro caminho, mais gratificante, mais recompensador, e mais humano. Um caminho no qual podemos ter mais autonomia e qualidade de vida. Podemos decidir mais sobre nossa própria vida, ao invés de deixar que nosso empregador o faça.

Para alguns isso pode significar abandonar seus empregos, mas pra outros, pode significar apenas não depender tanto de uma só fonte. Não há nada de errado em ter uma carteira assinada. O problema está em depender apenas dessa carteira para garantir seu sustento.

E a forma que eu visualizei de atingir esse objetivo foi criando um site no qual eu pudesse oferecer conteúdo pra essas pessoas, e também motivá-las mostrando os meus resultados nesse percurso. E foi assim que criei o RendaLab”

A ideia começa a tomar forma

Esses são passos bem iniciais. Fique tranquilo se ainda estiver confuso e com diversas ideias na cabeça. Isso é normal.

Mas saiba que quanto mais tempo e energia você investir nessa etapa, menores serão as chances de você se perder no meio do caminho. Consequentemente, maiores serão as chances de sucesso para o seu projeto.

Preste atenção que eu disse investir tempo e energia, não “perder”. As pessoas acham que estão perdendo tempo ao fazer esses passos menos práticos. Mal sabem elas que esse é um dos melhores investimentos que podem fazer para seus projetos.

Você que tentou seguir esses passos, o que achou?

Encontrou alguma dificuldade? Ou quem sabe agora você consegue enxergar com mais clareza o conceito do seu projeto?

Já sabe por onde começar sua ideia?

Conta pra mim aqui embaixo!

Grande abraço!

Bruno Beraldo