RendaLab

Como entender seu público?

Você já deve ter ouvido sobre a importância de entender seu público, certo? Pois bem, é disso que vamos falar agora.

No post anterior, eu dei algunas dicas do que fazer para começar sua ideia de negócio na internet. Se você não leu, vale a pena separar uns minutos e conferir:

Clique aqui para ler “Por onde começar a sua ideia?”

Um dos pontos citados no texto é definir quem será o seu público. E por que isso é importante?

Independente de qual seja o projeto ou negócio, o que vou dizer agora é uma das coisas mais importantes que tenho pra dizer:

O seu sucesso é subproduto do quão bem você serve o seu público!

De novo, porque é importante: O seu sucesso é subproduto do quão bem você serve o seu público! Ponto!

Isso significa que, pra atingir sucesso e um negócio rentável, você precisa primeiro atender o seu público. E atender bem!

Quando digo atender bem, estou me referindo a entregar valor às pessoas. Oferecer a elas coisas que vão melhorar suas vidas de alguma forma.

Só depois de entregar valor é que você pode esperar algo em troca. O princípio da reciprocidade é peça chave para o sucesso na internet.

E como atender bem o seu público?

Comece por entender seu público

Primeiro, é preciso saber quem é o seu público.

Isso não é tão fácil quanto parece. Temos a tendência de querer atender a todo mundo, afinal, quanto mais gente se interessar pelo que temos a oferecer, melhor, não é?

Depende…

Segue o meu raciocínio:

Pra você atender todo mundo, você tem que ser bem genérico, certo? Afinal de contas, se você for específico, estará atendendo apenas aqueles que se identificam com o que você está dizendo.

O problema é que quando você é genérico, ninguém se identifica realmente com você. É mais difícil ser lembrado pelas pessoas quando você é genérico.

Por outro lado, se você tem um público bem definido, tudo o que você fizer, será para esse público.

Você saberá como essas pessoas se comunicam. O que elas gostam, o que elas precisam. Quais problemas elas tem. E mais importante: você se tornará uma referência entre elas.

Por isso é tão importante definir quem é o seu público. Eu escreverei outros textos aqui pra te ajudar com essa tarefa. Então fique de olho!

Entenda quais os problemas seu público enfrenta

Depois de entender quem é o seu público, vem a hora de entender quais os problemas eles enfrentam.

Você pode até imaginar quais são esses problemas, mas ficará surpreso quando conversar com as pessoas.

Você pode perceber que precisa ajustar um pouco a sua ideia. Ou quem sabe que você está no caminho certo.

Ou então compreender que precisa repensar os planos.

Quando estamos com uma ideia na cabeça, temos a tendência de achar que aquela ideia é sensacional e resolverá o problema de todo mundo. Isso até pode ser verdade, mas aprendemos demais quando conversamos com outras pessoas para entender qual é a visão delas sobre um assunto.

Está gostando deste texto? Cadastre-se na lista VIP do RendaLab pra receber muito mais:

Sem spams, só coisa boa!

Entenda quem serve seu público atualmente

Esquece aquela história de que você precisa ser o primeiro, senão você está fora. Isso não é verdade.

O Google, quando lançou o seu buscador, não foi o primeiro: já haviam diversos buscadores na internet. O iPhone também não foi o primeiro celular do mercado.

A torcida do Corinthians incluindo os vizinhos e familiares já estava falando sobre negócios online antes que eu sequer pensasse em começar o RendaLab.

E isso não me impediu de criar esse espaço, e colocar aqui a minha forma de ajudar pessoas. Meus pontos fortes e fracos, reunidos numa combinação única. E estou muito feliz com o resultado!

O que importa não é você ser o primeiro, mas sim servir melhor. E quando você não é o primeiro, você tem o privilégio de entender como o seu público está sendo servido atualmente.

Pergunte às pessoas onde elas buscam ajuda quando têm um problema. E pergunte também o que elas gostam e o que não gostam sobre quem elas estão falando.

Essa é a melhor forma de você entender de antemão o que funciona e o que não funciona. Lembre-se, seu objetivo é entregar o maior valor que puder às pessoas.

Ao fazer isso você terá informações valiosas em suas mãos. Saberá quem é seu público, quais os problemas que eles enfrentam, como resolvem atualmente, e o que gostariam que fosse diferente.

Como diz o ditado, você estará com a faca e o queijo nas mãos. Agora é mãos a obra!

É claro que isso não é simples, mas vale a pena entender esses detalhes.

Você que está começando, já pensou nessas questões? Já consegue entender seu público?

Compartilha aí embaixo.

Grande abraço!

 

Bruno Beraldo

  • Vagner Inacio

    Ótimo texto Bruno, parabéns!

    • Fico feliz que tenha gostado Vagner!
      Grande abraço!

    • Fico feliz que tenha gostado Vagner!
      Grande abraço e sucesso!