RendaLab

Aba Promoções: 3 mudanças simples que turbinaram minha Newsletter!

Uma das coisas que mais gosto de ler na internet são histórias de como pessoas melhoraram resultados através de mudanças simples e específicas. E hoje, vou compartilhar com vocês 3 mudanças simples que me ajudaram a fazer com que meus emails não caíssem na aba Promoções do Gmail e, consequentemente, melhoraram bastante os resultados dos emails que mando na newsletter do RendaLab.

Qual a importância da Newsletter (ou Email Marketing)?

O email foi criado na década de 60, antes mesmo da internet (pasmem!) e até hoje ainda é uma das coisas mais valiosas para aqueles que querem ganhar dinheiro na internet.

Ter uma newsletter é importante por vários motivos, entre eles:

  • Excelente maneira de se comunicar com as pessoas de uma forma mais pessoal;
  • Uma lista com as pessoas mais interessadas no que você tem a dizer;
  • Uma forma mais eficiente de fazer a sua mensagem chegar até as pessoas (ao invés de contar com a visita delas até o seu site);
  • Um canal de comunicação com seus leitores caso alguma coisa aconteça com o seu site;
  • A melhor ferramenta para divulgar o lançamento de produtos;

As vezes vejo muitas pessoas falando sobre Newsletter em termos de números: “Eu tenho 50 emails” ou “Eu tenho 1.000 emails”, e por aí vai…

Embora não esteja errado olhar para os números, uma coisa que devemos lembrar é que não são “50 emails” apenas, são 50 pessoas que se interessaram pelo seu conteúdo de tal maneira que entregaram uma informação pessoal (email) em troca de receber mais conteúdos de você.

E agora, cabe a você usar esse canal para entregar valor a essas pessoas. Se você entregar valor a elas, o retorno virá!

Qual o objetivo?

Obviamente, quando se trata de Newsletter, o que queremos é aumentar as taxas de abertura de emails e de cliques, enquanto evitamos que as pessoas se descadastrem (isso acontece também, mas temos que tentar evitar ao máximo, claro).

Evitar muitos emails já é um começo, pois ninguém gosta de emails lotando a caixa de entrada, certo?

Garantir que os emails sejam sempre relevantes e com bom conteúdo também é uma ótima forma de sempre entregar valor às pessoas.

Essas são ideias muito boas, mas hoje quero falar sobre algo em específico: A Aba Promoções do Gmail.

Aba Promoções, mais conhecida como “O limbo dos emails”

A aba “Promoções” foi uma criação do Google para tentar diminuir a poluição na caixa de entrada das pessoas.

A idea é filtrar da caixa de entrada todos os emails que parecem ofertas e promoções, assim estes ficam concentrados em outra aba e permitem que os emails supostamente mais importantes – e direcionados diretamente à pessoa – tenham o destaque da aba principal.

O problema é que as chances de um email ser visto e aberto na aba de “Promoções” se reduzem drasticamente!

Como o maior provedor de emails da atualidade é o Google com o seu Gmail, cair na aba Promoções significa ser deixado “de lado” pelo maior provedor de emails da atualidade. Nada bom né?

O que eu fiz pra fugir da aba Promoções

O Google tem um jeito muito inteligente de verificar se um email é promocional ou não, e sair dessa armadilha é algo bastante sutil. Não existe uma fórmula mágica pra isso, visto que os fatores que o Google leva em conta não são revelados. No entanto, existem algumas estratégias para tentar evitar que isso aconteça.

Eu usei 3 delas e consegui fazer meu email não ir para a temida aba Promoções.

#1 – Mensagem de texto simples

Sabe aquele email “padraozão” que a gente recebe de empresas a todo momento? Logomarca no topo, várias imagens e aquela “cara” de email marketing?

Pois é, o nosso amigo Google é craque em reconhecer esses emails. Além disso, as pessoas também já estão cansadas desse tipo de email, e sequer perdem tempo lendo.

Hoje é muito melhor escrever um email mais pessoal, como se você estivesse escrevendo unicamente para aquela pessoa. Então, selecionei a opção “Mensagem Simples” no MailChimp e garanti que nenhuma imagem ou cabeçalho fosse adicionado.

#2 – apenas 1 link

No meu último email, mandei 4 links na mensagem, mais dois no rodapé para “Atualizar” ou “Descadastrar” da lista. No total foram 6 links. E sabe o que aconteceu? Fui parar nas “Promoções”…

É claro que esse pode não ser o único fator, mas manter menos links com certeza ajuda. Sem contar que o email fica muito mais focado, e você não corre o risco do seu leitor ficar confuso com tantas opções para clicar e acabar por não clicar em nenhuma delas.

Está gostando deste texto? Cadastre-se na lista VIP do RendaLab pra receber muito mais:

Sem spams, só coisa boa!

#3 – titulo em aberto

Títulos em aberto são mais difíceis de serem interpretados como marketing. Além disso, eles aumentam as chances de que as pessoas abram o seu email.

Geralmente, quando vamos escrever o título do email, fazemos uma dessas duas opções:

  • Resumo do que o email se trata. Ex.: “Últimos posts no blog”;
  • Tema do email. Ex: “Finanças pessoais”, “Resumo sobre o assunto X”;

O problema desses títulos é que eles não convidam a pessoa a abrir o email. Ela só vai abrir se ela estiver muito interessada no assunto, ou se gostar muito do seu conteúdo (neste caso, meus parabéns).

No entanto, a grande maioria, vai deixar pro famoso: “Depois eu vejo esse email aqui…”.

E neste caso, de nada adianta você garantir que o seu conteúdo seja excelente e ajude muito as pessoas. É preciso que elas abram o seu email primeiro!

Eu mudei a minha estratégia de títulos e comecei a usar títulos que deixassem uma “ponta” em aberto, como por exemplo uma pergunta, ou então uma afirmação que não esclarece totalmente o conteúdo daquele email. Ex.: “Você conhece essa estratégia de envio de emails?” ou “O erro que muita gente comete”.

A ideia é fazer um título no qual a pessoa tenha que abrir o email para que aquela “ponta” seja fechada.

Resultados

Agora vem a motivação de eu ter escrito esse artigo. Os resultados que essas 3 mudanças trouxeram:

Sim, o número de inscritos ainda é bastante humilde 🙂

Agora alguns dados sobre essa imagem:

  • 65% dos emails da lista VIP RendaLab são do Gmail;
  • O email A foi para a aba “Promoções”. O email B foi para a aba “Principal”;
  • 55% dos usuários do Gmail abriram o email A;
  • No email B, essa taxa aumentou para 90% (!);

Deu pra perceber a diferença? Além disso, a taxa de cliques do email A para o email B aumentou em mais de 300%. É claro que é importante ressaltar que a lista VIP do RendaLab ainda é pequena, e por isso as porcentagens são muito afetadas por qualquer variação. Do ponto de vista estatístico, isso não é bom. Mas é a única forma disponível por enquanto para avaliar o resultado, e acho que ela é um indicador interessante do resultado.

Não se esqueça da qualidade do conteúdo

Essas ideias foram pra te ajudar a aumentar a taxa de abertura e cliques dos seus emails. Porém, eu não canso de reforçar: “O seu sucesso é subproduto do quão bem você atende o seu público.”

Use essas estratégias apenas para que um conteúdo de qualidade chegue até as pessoas. Não use para seu benefício exclusivo, ou para inundar a caixa das pessoas com mais spams e propagandas. Isso só vai diminuir a sua credibilidade, e deixar as pessoas frustradas.

Certifique-se de que o conteúdo dos seus emails valha a pena ser clicado e lido. Assim, sempre que um email seu aparecer na caixa de mensagens, as pessoas vão pensar: “Opa! Lá vem coisa boa!”.

Você tem outras sugestões para melhores as taxas de abertura e cliques das suas Newsletters?

Compartilha aí embaixo 🙂

Um forte abraço!

Bruno Beraldo